Jorge Gomes, artista que idealizou a campanha “Heróis da Portelinha” para o projeto social Nóiz, na Cidade de Deus, voltou a comunidade para fazer da sua arte a marca na fachada da nova sede. Jorge foi consultado para fazer a concepção do projeto, e a ideia seria chamar um grafiteiro que tivesse interessado em reproduzir. Jorge não hesitou. “Se for para idealizar, eu quero executar também”. Só que o grande barato dessa ação foi o envolvimento das crianças. Foi disponibilizado rolinhos de pintura, para que cada criança, com orientação do artista, pudesse também dar o seu toque artístico e se engajar neste importante momento”. 


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *